Igreja Cristã Gileade

Igreja Cristã Gileade
Rua Major José Araújo Aguiar, 290. Fortaleza - CE - Brazil CEP. 60850-470

quarta-feira, 6 de julho de 2011

SUPORTANDO E VIVENDO AS AFLIÇÕES DA VIDA COM DEUS


Texto: Isaías 40.12-31

Não existe uma coisa mais democrática na face da terra do que o sofrimento. Não tem rico ou pobre, culto ou inculto, branco ou negro, homem ou mulher, que seja blindado ao sofrimento. O sofrimento bate em todas as portas. A nossa vida é cheia de momentos difíceis. Aflições, perdas, pânico, dores, tragédias. E diante de tudo isso a fé cristã nunca se mostrou omissa. Jesus nos disse: “Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”. (João 16.33). A Bíblia Sagrada nos ensina a suportar e viver as aflições da vida com Deus. E na passagem de Isaías descobrimos as recomendações do profeta para que venhamos a ultrapassar os vales e chegarmos do outro lado ilesos. Vejamos:

•    Reconhecendo a grandeza de Deus e a insignificância humana:
Não tem como suportar uma dificuldade não refletindo sobre isso. Quanto mais resistirmos a essa verdade, mais sofremos. Deus está acima:

Da ciência (v.12,21-22,26): “Quem na concha de sua mão mediu as águas e tomou a medida dos céus a palmos? Quem recolheu na terça parte de um efa o pó da terra e pesou os montes em romana e os outeiros em balança de precisão?... Acaso, não sabeis? Porventura, não ouvis? Não vos tem sido anunciado desde o princípio? Ou não atentastes para os fundamentos da terra? Ele é o que está assentado sobre a redondeza da terra, cujos moradores são como gafanhotos; é ele quem estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar... Levantai ao alto os olhos e vede. Quem criou estas coisas? Aquele que faz sair o seu exército de estrelas, todas bem contadas, as quais ele chama pelo nome; por ser ele grande em força e forte em poder, nem uma só vem a faltar”.

A ciência nada é diante da grandeza de Deus. O que sabemos, o que temos como “verdade científica” pode mudar com novas descobertas. Há situações em que a ciência fica sem resposta. Aí vemos o quanto Deus é superior e o quanto somos dependentes dele. Assim, encontramos forças para suportar e viver a vida.

Caro amigo, se a ciência te disse não, Deus é maior do que o que você está passando. Segure na sua mão e siga em frente.

Da espiritualidade (v.13,14): “Quem guiou o Espírito do SENHOR? Ou, como seu conselheiro, o ensinou? Com quem tomou ele conselho, para que lhe desse compreensão? Quem o instruiu na vereda do juízo, e lhe ensinou sabedoria, e lhe mostrou o caminho de entendimento?”.

Pensamos que sabemos tudo sobre Deus. Mas, isso é uma ilusão. O que sabemos é só a ponta do iceberg. Assim, não existe o “guru” do conhecimento divino. Não há ninguém que seja o portador de toda a revelação. Ou profeta que seja o grande mensageiro. Esse tipo de expectativa que criamos nas pessoas só nos frustra. Pois Deus se fez conhecer em seu filho Jesus Cristo e mais ninguém: “Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, este o fez conhecer”. (João 1.18). A espiritualidade não tem todas as respostas, só Jesus tem. Deus está acima de qualquer espiritualidade.

Portanto, deposite sua confiança só em Cristo, não pense que a sua espiritualidade vai resolver os teus problemas. Se você quer suportar as aflições da vida com Deus, se agarre com o filho de Deus: Jesus Cristo. E mais ninguém. Ele disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei”. (Mateus 11.28). “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”. (1Timóteo 2.5).

Do sacrifício (v.16): “Nem todo o Líbano basta para queimar, nem os seus animais, para um holocausto”.

Pensamos que os nossos esforços ou sacrifícios vão nos dar forças para suportar. Todavia, se quisermos superar as tribulações da vida, precisamos entender que Deus está acima de nossos esforços. Assim, descasaremos nos braços do Pai celestial.

Caro amigo, sem Deus, todo o teu esforço será inútil diante das aflições. Você deve buscar a graça de Deus e obedecê-lo. Os esforços humanos não vão ser o suficiente.

Dos governos do mundo (v.15,17): “Eis que as nações são consideradas por ele como um pingo que cai de um balde e como um grão de pó na balança; as ilhas são como pó fino que se levanta... Todas as nações são perante ele como coisa que não é nada; ele as considera menos do que nada, como um vácuo”.

Os reinos da terra são pequenos diante de Deus. E quando temos essa verdade guardada em nossos corações. O que venha a acontecer sobre o mundo, não é maior que Deus. Ele é soberano e todas as coisas estão sobre o seu controle. Submetem-lhe a autorização: “Eu formo a luz e crio as trevas; faço a paz e crio o mal [a guerra]; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas”. (Isaías 45.7).  Quando Jesus estava prestes a ser condenado a morte, Pilatos (governador da Palestina) disse a Jesus: “Não sabes que tenho autoridade para te soltar e autoridade para te crucificar?”. Todavia, prontamente Jesus mostrou-lhe que Deus está acima disso: “Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não te fosse dada”. (João 19.10,11).

Descanse em Deus, pode os reinos deste mundo entrarem em conflitos e ocasionarem em grandes aflições aos moradores da terra. Entretanto, maior é Deus do que eles, e te dará paz embora tudo esteja em guerra.

Da religião (v.18-20): “Com quem comparareis a Deus? Ou que coisa semelhante confrontareis com ele? O artífice funde a imagem, e o ourives a cobre de ouro e cadeias de prata forja para ela. O sacerdote idólatra escolhe madeira que não se corrompe e busca um artífice perito para assentar uma imagem esculpida que não oscile”.

Os ídolos, os deuses, os guias espirituais desse mundo, nada são. A religião humana é nada mais do que uma tentativa fracassada de se aproximar de Deus. Uma frustração insignificante de encontrar Deus. Entretanto, Deus veio até o homem através de seu Cristo: “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai”. (João 1.14). “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”. (Isaías 9.6). Mas, a humanidade prefere a religiosidade. Uma autoconfiança, auto-ajuda, e desprezam a ajuda do alto: Jesus Cristo.

“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3.16).

As religiões desse mundo não podem tapar o buraco que há em seu coração. Só Jesus Cristo preenche esse vazio que há em tua alma. Receba-o hoje mesmo!

Das autoridades da terra (v.23,25): “é ele quem reduz a nada os príncipes e torna em nulidade os juízes da terra... A quem, pois, me comparareis para que eu lhe seja igual? — diz o Santo”.
Jesus disse que: “Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra” (Mateus 28.18). As autoridades desse mundo, os poderes dessa terra nada podem fazer perante a tua dor. Só Deus te será segurança. E só Jesus te levará a paz com Deus: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”. (Romanos 5.1).

•    Reconhecendo que Deus não se cansa da humanidade (v.27,28):
“Por que, pois, dizes, ó Jacó, e falas, ó Israel: O meu caminho está encoberto ao SENHOR, e o meu direito passa despercebido ao meu Deus? Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento”.

Às vezes pensamos que Deus não esteja conosco ou que se cansou de nós. Todavia, ele não se cansa das coisas ou das pessoas como nós nos cansamos. Quando começamos a realizar determinada tarefa em dado momento nos cansamos. As pessoas nos cansam com decepções e desapontamentos. Porém, Deus não tem essa falha humana. Sua glória, justiça, amor, soberania, misericórdia, graça, são permanentes e iguais. Quando reconhecemos isso, renovamos nossa esperança, e atravessaremos o mar da aflição sabendo que Deus nos vê e não desistiu de nós.

Você que pensa está sozinho, que Deus abandonou sua causa. Lembre-se disso. Humilha-te perante ele. Que a sua misericórdia te alcançará. Veja o rei Manassés, com toda a sua iniqüidade, diz as Escrituras: “Manassés fez errar a Judá e os moradores de Jerusalém, de maneira que fizeram pior do que as nações que o SENHOR tinha destruído de diante dos filhos de Israel”. (2Crônicas 33.9). Entretanto, quando se humilhou na presença de Deus, a Bíblia relata: “Ele, angustiado, suplicou deveras ao SENHOR, seu Deus, e muito se humilhou perante o Deus de seus pais; fez-lhe oração, e Deus se tornou favorável para com ele, atendeu-lhe a súplica e o fez voltar para Jerusalém, ao seu reino; então, reconheceu Manassés que o SENHOR era Deus”. (idem v.12,13). Veja bem, com todos os erros e pecados de Manassés, Deus ouviu seu clamor quando se humilhou e buscou.

Você também pode ser alvo desse amor divino. É necessário que haja uma humilhação e arrependimento sincero. E Deus te dará forças para suportar o que estás passando.

•    Buscando de Deus essa virtude (v.29):
“Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor”.

Deus pode nos conceder um pouco dessa sua virtude de não se cansar diante das adversidades e das contrariedades. Precisamos buscar em oração o seu poder, a sua graça, para que possamos vencer as barreiras, suportar os problemas da vida, não se fatigar diante das pessoas que nos desapontam e agüentarmos as lutas do cotidiano.

Se você se encontra abatido, sem forças e vigor. Saiba que Jesus é muito maior do que você pensa. Ele tem poder para te fortalecer e restaurar o teu vigor.

•    Esperando em Deus (v.30, 31):
“Os jovens se cansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam”.

Veja bem, não é esperar por Deus, é com nele, em Deus. Muitas pessoas ficam esperando por Deus quando as aflições vêm sobre suas vidas. Isso surge por causa do pensamento grego dualista de que tudo de bom fica no âmbito espiritual e tudo de ruim no âmbito material. E por suas aflições serem na maioria materiais, não acreditam que Deus esteja com eles nesse momento. Onde Deus virou símbolo de “situações confortáveis”. E quando essas situações não chegam, pensam que é porque Deus os abandonou ou coisa parecida. Todavia, Deus não nos abandona, nós é que abandonamos. E ele está conosco em todas as situações da vida. Sejam ruins ou boas; confortáveis ou desconfortáveis.

Portanto, quando esperamos em Deus, com Deus, temos a tríplice bênção dele sobre nós para podermos suportar e viver as aflições da vida:

1) Nossas forças serão renovadas:
O texto diz “mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças”. Quando esperamos em Deus. Temos as forças renovadas. Acima de tudo porque sabemos que ele está conosco. E ele nos dar sinais de confirmação disso.

2) Subiremos como águia e veremos de cima:
Lemos aqui “sobem com asas como águias”. Quando esperamos em Deus, ele nos leva as alturas para contemplar a terra prometida e ver que ele é fiel. Quando descansamos em Deus, vemos com os seus olhos, e cremos que o melhor dele estará por vir. Os problemas ficarão pequenos diante de nós.

3) Empregaremos nossas energias sem desistir:
E por fim “correm e não se cansam, caminham e não se fatigam”. Isso vem sobre nós porque descansamos em Deus. Trabalhamos não confiando na força de nosso braço, mas na força de seu poder. Então, milagrosamente, nosso trabalho será leve. E conseguiremos ir até o fim.

Fazendo assim, suportaremos e viveremos as aflições da vida com a doce companhia de Deus. E com uma qualidade de vida muito melhor. Mesmo que estejamos no meio de um tornado. Se você quer continuar aflito e cansado da vida. Amargurado com tudo e decepcionado. Não dê crédito ao que falei aqui. Mas, se em todas essas coisas você quer ser mais do que vencedor, ACREDITE e aplique esses princípios da Palavra de Deus em sua vida. E serás bem aventurado.