Igreja Cristã Gileade

Igreja Cristã Gileade
Rua Major José Araújo Aguiar, 290. Fortaleza - CE - Brazil CEP. 60850-470

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

PROCURANDO JESUS


Texto base: Lc.2.41-52

Vivemos num mundo perdido, que cambaleia pela história a procura de respostas para as suas dificuldades e problemas. A família caminha sem Jesus sem se quer perceber que estão sem ele. Acham que simplesmente ser religiosos é o suficiente para ter Jesus. Assim vão levando a vida como que faltando algo, um vazio na alma, um buraco na religião. A esperança é descobrirmos que estamos precisando de Jesus. Se formos humildes o suficiente para percebermos isso, partiremos em busca dEle.


A ausência de Jesus não foi percebida por José e Maria, eles confiaram que Jesus estava com ambos (v.43).
“Terminados os dias da festa, ao regressarem, permaneceu o menino Jesus em Jerusalém, sem que seus pais o soubessem”.

Como era de costume, quando os judeus iam fazer peregrinação para Jerusalém por ocasião das festas religiosas. No caminho de volta as mulheres vinham na frente na caravana e depois os homens vinham logo atrás. Obviamente José não se deu por conta da ausência de Jesus porque ele confiava que Jesus estava com Maria. Consequentemente, Maria confiava que Jesus estava com José. Assim, nessa ilusão, os dois voltaram para casa sem Jesus.

Quantos casais cristãos vivem dessa maneira. O marido não está lá essas coisas com Deus, e fica confiando na espiritualidade da mulher. A mulher também vai na mesma onda, não está bem com Deus e se confia que o marido esteja fazendo sua parte. Assim vão os dois juntos, indo e vindo da igreja sem Jesus.

O mesmo ocorre em nossa igreja quando alguns irmãos se confiam que alguém está fazendo a obra de Deus. Assim se todo mundo confiar um no outro e relaxar no compromisso, quem fará a obra? Daí agente apela para o argumento de que Deus levantará pessoas para fazer a Sua obra. Que é uma grande verdade, mas essa verdade não exclui nossa responsabilidade (Rm.10.14). Bem como a do casal que atua confiando na espiritualidade um do outro. Que risco estão correndo...

José e Maria tiveram que voltar para Jerusalém (v.45).
“e, não o tendo encontrado, voltaram a Jerusalém à sua procura”.

Depois de passar um dia todo caminhando para casa os pais de Jesus tiveram que voltar, pois perceberam que Jesus não estava entre eles. A necessidade de voltar surgiu quando perceberam a ausência de Cristo.

Essa mesma atitude acontece conosco. Pensamos que estamos com Jesus, confiamos que estamos com ele, mas quando damos conta, descobrimos que precisamos voltar para encontrá-lo. E tem mais, Maria e José só voltaram porque Jesus era especial para eles, se não fosse ficaria lá mesmo.

Ontem fomos visitar um sítio aqui no Eusébio – Ce, e depois de voltarmos para casa, se demos por conta que havíamos deixado um copo lá no local. Mas, resolvemos não voltar naquela mesma hora porque não tinha valor o suficiente, não tinha tanta importância assim.

Se Cristo tem importância para sua família e sua vida, se a Palavra de Deus faz sentido ainda para você, volte! Se não, é porque já não têm valor.

Jesus coloca o templo como ponto de encontro com ele (v.49)
“Ele lhes respondeu: Por que me procuráveis? Não sabíeis que me cumpria estar na casa de meu Pai?”

A despeito de toda a nossa argumentação de que somos igreja, de que somos templo e morada do Espírito Santo. O fato é que Jesus deu grande ênfase ao santuário de adoração não só nesta ocasião, mas quando ele repreende os comerciantes que faziam comércio da fé no santuário; quando ele ordena aos discípulos que ficassem em Jerusalém; quando no cenáculo do templo foram cheios do Espírito Santo; na sua morte o véu do templo foi rasgado e fora as visões dadas por Jesus ao apóstolo João mostrando uma Jerusalém celestial. Não se esqueça – assim como uma orelha não é O CORPO, mas parte do CORPO, você não é a IGREJA. Igreja é uma coletividade e nunca um indivíduo. Você precisa se reunir com outros irmãos na fé. Embora o templo tenha sido destruído em 70 d.C., os prédios das igrejas locais são metonímias de templo. E servem como ponto de encontro dos cristãos com Jesus.

A pergunta que Jesus faz aos seus pais é muito propícia para quem perdeu a comunhão com Jesus: “Não sabiam que eu devia estar na casa de meu Pai?”. Procure uma igreja cristã séria, que prega a Palavra de Deus e a tenha como única regra de fé e prática, que tem Jesus como centro, e vá ao encontro de Jesus. Volte em busca do que perdeu. Ele nos diz: “Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta...”. Ap.2.5