segunda-feira, 10 de abril de 2017

VOLTANDO AO BÁSICO



Textos introdutórios:

“Houve alguma nação que trocasse os seus deuses, posto que não eram deuses? Todavia, o meu povo trocou a sua Glória por aquilo que é de nenhum proveito. Espantai-vos disto, ó céus, e horrorizai-vos! Ficai estupefatos, diz o SENHOR. Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas.” (Jeremias 2:11-13 RA).

“A o anjo da igreja em Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro: Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.” (Apocalipse 2:1-5 RA)

Existem muitas coisas em que precisamos nos aperfeiçoar. Realmente a igreja brasileira, a igreja de Cristo no mundo todo, tem muito o que crescer no conhecimento de Deus. Isso é muito importante. O profeta conclama a todos: “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.” (Oséias 6:3 RA). Todavia, esse prosseguir de conhecer a Deus só deve ter uma continuidade se as bases forem mantidas ou se elas existirem.

Muitas vezes achamos o básico como algo irrelevante, primário, pequeno, infantil. Dizemos: Eu já cresci. Já sei o básico. Todavia, na vida cristã o básico é o que nos sustenta moralmente e doutrinariamente, enfim espiritualmente. Quando não temos as bases feitas, formadas, não temos capacidade de irmos mais além. A maturidade espiritual só alcança quem preserva o básico até o fim. E a ausência do básico pode nos levar a estagnação espiritual. Jamais progredirmos, jamais chegarmos a um nível maior e melhor de vida. Por isso o autor aos hebreus escreve: “Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus; assim, vos tornastes como necessitados de leite e não de alimento sólido.” (Hebreus 5:12 RA).

Diante disso: você já sabe o básico na fé? Você já pratica o básico? Você já leu a Bíblia toda? Você tem notas pessoais, devocionais de toda a Bíblia? Sua leitura bíblica é de qualidade? O nosso relacionamento com Deus tem sido superficial, regular, bom ou excelente?

Pode ir atrás, quando nossas perguntas são negativas diante dos questionamentos acima foi porque ou esquecemos o básico, ou negligenciamos ou não sabemos. Mas, Deus me direciona a falar que NÃO ESTÁ TUDO PERDIDO. Se ele manda falar é porque nos ama, porque quer o melhor para nossas vidas. E que temos nele uma fonte que verdadeiramente sacia a nossa sede, mas infelizmente nos contentamos com tão pouco ou com coisas triviais e supérfluas que nos ludibriam no prazer superficial e momentâneo. Jesus disse: “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.” (Mateus 24:35 RA). João disse: “Ora, o mundo passa, bem como a sua concupiscência; aquele, porém, que faz a vontade de Deus permanece eternamente.” (1 João 2:17 RA). TEMOS QUE ENTENDER que as coisas de Deus são eternas e as da terra são passageiras.