Igreja Cristã Gileade

Igreja Cristã Gileade
Rua Major José Araújo Aguiar, 290. Fortaleza - CE - Brazil CEP. 60850-470

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

APOSTASIA















Separação ou deserção do corpo constituído (de uma instituição, de um partido, de uma corporação) ao qual se pertencia. Abandono da fé de uma igreja, especialmente a cristã. (Dicionário Aurélio XXI) O dicionário da Bíblia Online também confirma isso. No léxico grego de Strong menciona duas palavras, a primeira “apostasia” concorda com os dicionários mencionados aqui, encontra-se na Bíblia em Atos 21.21 e 2Tessalonicenses 2.3. E a outra palavra “aphistemi” tem um significado ainda melhor: retroceder, afastar-se, remover, ir embora, abandonar, etc. Encontrada em 1Timóteo 4.1. No novo dicionário da Bíblia da editora vida nova pág.95 comenta-se que apostasia na LXX sempre se relaciona à rebelião contra Deus (Jr.22.22 LXX), originalmente instigada por Satanás, o dragão apóstata de Jó 26.13. Na Bíblia ARA traduz “dragão veloz”, na ARC “serpente enroscadiça”, na NVI “serpente arisca”, na NTLH “serpente fugitiva” que é a mais próxima da palavra hebraica “bariach” usada no texto original, que significa “algo ou alguém que foge” do substantivo de “fugitivo”. A LXX chama de “dragão apóstata”.

Diante de todo este acervo de significados podemos entender que apostasia é um afastamento, alguém que se desviou do caminho, saiu da presença de Deus.

A Bíblia fala de várias apostasias: Da verdade (2Timóteo 2.16-18), do caminho (2Pedro 2.15), da fé (1Timóteo 6.10,21), de Deus (Hebreus 3.12), da congregação (Hebreus 10.25-27).

A apostasia pode seguir em duas direções: A apostasia moral (volta a práticas pecaminosas) e a apostasia doutrinária (negação ou deturpação das doutrinas bíblicas).

QUEM PODE APOSTATAR DA FÉ, O CRISTÃO OU O NÃO CRISTÃO?


Baseados no significado da palavra que acabamos de ver, não tem como um ímpio abandonar algo que nunca abraçou. A Bíblia diz que a natureza humana está destituída da glória de Deus (Romanos 3.23 ARC e NVI), na NTLH diz afastados da presença gloriosa de Deus. Já o Cristão ele se voltou para Deus através de Cristo e nesta condição goza da glória de Deus e sua presença (Efésios 2.4-13).

Pedro menciona “aqueles que depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Deste modo, sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito; a porca lavada, ao espojadouro de lama.” (2Pedro 2.20-22).

Só o Cristão pode apostatar de sua fé. Como a salvação é um dom de Deus, o pecador a recebe por meio da fé. Uma vez recebendo torna-se um Cristão salvo. Porém assim como ele recebeu também pode devolver. Deus não a toma (Romanos 11.29), mas não pode mante-la com alguém que não quer mais.

SUA CLASSIFICAÇÃO

APOSTASIA PARCIAL (Lucas 15.11-24)

Como vemos na parábola do filho pródigo, esta apostasia ainda não havia se consumado, haja vista que o filho voltou para a casa de seu pai. Tipificando o retorno do cristão desviado aos caminhos do Senhor. Entretanto, o texto é claro em dizer que ele “... estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado...” (v.24).

Não podemos dizer quem alguém apostatou parcialmente se não houver retorno.

APOSTASIA TOTAL (Hebreus 6.1-6)

Como vemos no texto, o cristão que abandona a sua fé totalmente não há possibilidade de retorno. Como diz o texto “é impossível outra vez renová-los para arrependimento.” (v.6).

Não podemos dizer que alguém apostatou totalmente enquanto houver oportunidade de retorno.

A NECESSIDADE DE ADVERTÊNCIA (Ezequiel 3.20,21)

É fundamental advertir aqueles que apostataram da fé. Devemos trazê-los de volta (Tiago 5.19,20), antes que venham a cometer uma apostasia total. Antes que venham a blasfemar do Espírito Santo e nunca mais poderem voltar e nem receber mais o perdão de Deus (Mateus 12.31).

Aquele que apostatou da fé está sem salvação. Jesus disse que olhar para trás nos torna indignos do Reino (Lucas 9.62). Disse que, se a pessoa não permanecer nele, será cortada (João 15.6). Paulo fala da possibilidade de sermos cortados da salvação se não estivermos firmes na fé e não temermos a Deus (Romanos 11.17-22). O autor aos Hebreus pergunta: “... como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação?...”. (Hebreus 2.3). Veja ainda: Colossenses 1.23; Ezequiel 18.26; Lucas 15.24; Isaías 1.28.

No livro Teologia Sistemática, pág.378 diz: “João diz que a vida eterna não é possessão do crente, independente de ele ter a Cristo (1João 5.11,12). O Pai ‘deu também ao Filho ter vida em si mesmo’ no mesmo sentido em que o Pai tem vida por seu próprio direito e natureza (João 5.26). A nós não foi concedido esse direito. A vida eterna é a vida de Cristo em nós, e nós a possuímos somente à medida que estamos em Cristo”. Segue ainda Romanos 8.1.