Igreja Cristã Gileade

Igreja Cristã Gileade
Rua Major José Araújo Aguiar, 290. Fortaleza - CE - Brazil CEP. 60850-470

quarta-feira, 30 de julho de 2008

ESCOLHA ACREDITAR EM DEUS



Textos fundamentais:

"Porém os homens que com ele tinham subido disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. E, diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos". Números 13.31-33.

"E Josué, filho de Num, e Calebe, filho de Jefoné, dentre os que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes e falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra muitíssimo boa. Se o SENHOR se agradar de nós, então, nos fará entrar nessa terra e no-la dará, terra que mana leite e mel. Tão-somente não sejais rebeldes contra o SENHOR e não temais o povo dessa terra, porquanto, como pão, os podemos devorar; retirou-se deles o seu amparo; o SENHOR é conosco; não os temais". Idem 14.6-9

As opiniões das pessoas são muito variadas. Em meio a um grupo como o nosso aqui, podemos tirar várias opiniões divergentes e convergentes. Podemos olhar para uma obra de arte e tirar dela várias opiniões. Ou seja, o ser humano tem essa característica que o faz singular. Entretanto, essa característica quando relacionada com a revelação de Deus poderá causar um prejuízo irreversível na sua vida (Jo.5.37-47). Devemos atentarmos para o assunto. Uma coisa é você dar uma opinião acerca disto ou daquilo sem ter que fazer escolhas, outra coisa é você ter que tomar uma decisão precedida de opiniões divergentes. Você corre o risco de tomar uma decisão errada...

Certa vez estava eu evangelizando em uma casa de amigos de infância. E lá falei uma meia hora sobre o evangelho de Jesus. E ao terminar eu disse: “vocês têm o direito de não acreditar em nada do que falei aqui. Mas também fiquem sabendo que se tudo isso for verdade vocês serão frustados por toda a eternidade. Pois tiveram a chance de conhecer este Deus e desfrutar dos seus benefícios ofertados com preço de sangue da cruz e esta oferta foi rejeitada por uma simples opinião.” Só sabemos o tamanho da responsabilidade de nossas opiniões quando estas são levadas para a luz da decisão! Por isso muitas pessoas vão adiando para um amanhã incerto decisões que são de vital importância (Pv.27.1). E não podemos esquecer que “adiar” também é uma opinião baseada em decisões pré planejadas. Na verdade ninguém fica “em cima do muro”.

Vamos refletir sobre os textos lidos:

1) O povo de Israel estava diante de duas opiniões. Porém ambas vindas de um mesmo lugar. E por pessoas pertencentes ao mesmo povo. Isso é muito comum acontecer. Temos por exemplo, dentro do cristianismo a opinião Católica e a Protestante. Temos outro exemplo na Bíblia Sagrada: o caminho apertado e o caminho largo (Mt.7.13,14). Jesus estava mostrando ao povo que: ou estamos em um caminho ou em outro. Mas, podemos escolher por onde queremos caminhar. E a escolha que será feita diante disso decidirá se você acredita ou não em Jesus, confiar no que ele está dizendo sobre esses caminhos. Escolher acreditar em Deus é escolher entrar no caminho estreito.

2) A decisão que o povo tomou contradiz um ditado popular que diz que “a voz do povo é a voz de Deus”. A escolha do povo resultou em ruína para as suas vidas, não acreditaram que Deus poderia fazê-los entrar na terra de Canaã (Nm.14.21-23). Nem sempre o que o povo diz é o que Deus quer. O mundo jaz no maligno (1Jo.5.19), isso me deixa mais certo do que estou dizendo. E entra em conformidade com a decisão do povo de Israel em não acreditarem, em sua maioria, que a terra de Canaã seria conquistada por eles.
Quantas pessoas, em grande número, não acreditam no que os evangélicos dizem sobre o plano da salvação? Sobre a volta de Jesus? Sobre a possibilidade de um ser humano ser transformado? Isso tem haver com a vida pecaminosa que levam, com o fato do mundo e de quem se envolve com ele está padecendo no maligno.

3) Depois de uma escolha errada fica difícil voltar atrás. Principalmente quanto tomada em relação a Deus (veja Nm.14.40-45). Maior dano ainda quando a escolha ela tem conseqüências eternas (ver Hb.9.27; Mc.16.15.15,16; Jo.3.33-36). O povo de Israel tentou depois de negar a proposta divina de conquistar a terra de Canaã. Mas já era tarde para aquela geração. Tentaram, mas perderam.
Não deixe para amanhã aquilo que você pode fazer hoje. Principalmente em escolher seguir a Jesus. Deixar para depois, pode ser tarde de mais. O momento de buscar a Deus é em vida, depois de morto virá o juízo sobre tua vida; e se não estiveres em Cristo não adiantará clamar por socorro. A Palavra de Deus diz: “Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto”. (Is.55.6).

4) As promessas de Deus são reservadas para aqueles que escolheram acreditar Nele (Nm.14.24). Calebe acreditou na Palavra de Deus. Entrou na terra prometida de Canaã por isso. Diante de todas as argumentações humanas, quando estivermos naquele grande dia de nada vão adiantar. A Bíblia é muito clara quanto a isso: “Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus”. (1Jo.3.18).


CONCLUSÃO

Meu caro amigo que ler esta mensagem, não tem outra saída, ou você crê ou não crê. Não adianta entrar nos teus "achismos", nas tuas "filosofias" ou nas tuas "justificativas". Você deve crer e se creres verás a glória de Deus na tua vida!