Igreja Cristã Gileade

Igreja Cristã Gileade
Rua Major José Araújo Aguiar, 290. Fortaleza - CE - Brazil CEP. 60850-470

sábado, 10 de maio de 2008

DISCERNINDO JESUS



Texto base: "Disse também às multidões: Quando vedes aparecer uma nuvem no poente, logo dizeis que vem chuva, e assim acontece; e, quando vedes soprar o vento sul, dizeis que haverá calor, e assim acontece. Hipócritas, sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu e, entretanto, não sabeis discernir esta época?" (Lucas 12.54-56).

Tenho percebido a facilidade que algumas pessoas têm de discernir certas coisas na vida, outras até absurdas como a “teoria" da evolução que vem sendo passada nas escolas e faculdades como “fato". Fico impressionado como algumas pessoas acreditam em teorias científicas de maneira tão cega, que claramente flagramos elas usando mais a “fé” do que a própria “razão” para concordar com elas. O que tem sido o “calcanhar de Aquiles” para os seus proponentes. O cômico nisso tudo é que a “fé” destas pessoas precisa ser maior do que a nossa própria fé que temos para acreditar em Jesus Cristo, nosso Salvador e Senhor.

A passagem bíblica citada acima nos fala justamente sobre essa facilidade que as pessoas têm de discernir os tempos e as coisas e da dificuldade de compreenderem ou aceitarem a mensagem do evangelho de Cristo.

Do texto base levantamos três reflexões:


1o – Jesus desabafa que não foi discernido pelos seus.
Cristo não fez essas declarações somente para serem soltas no ar. Havia realmente uma rejeição por parte de seus irmãos, tanto irmãos de sangue como irmãos de pátria.

a) Seus irmãos
O apóstolo João nos conta: “Dirigiram-se, pois, a ele os seus irmãos e lhe disseram: Deixa este lugar e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes. Porque ninguém há que procure ser conhecido em público e, contudo, realize os seus feitos em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo. Pois nem mesmo os seus irmãos criam nele”. (Jo.7.3-5). Seus próprios familiares tinham dúvidas acerca de seu ministério. Jesus não era discernido e conseqüentemente crido por seus irmãos.

b) Seus compatriotas
Os próprios judeus também apresentaram essa ignorância a respeito dele como o Messias prometido de Israel. Percebemos isso quando Jesus disse: “... Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus”. (Mt.22.29). Os próprios não entenderam e não discerniram as profecias messiânicas confirmadas em Jesus Cristo. Exemplo de profecias cumpridas em Cristo: Isaías 7.14 e Miquéias.5.2 => Mt.1.23; Zacarias 9.9 => Mateus 21.1-10; Isaías 53.9 => Mateus 27.57-60; Isaías 53.7 => Mateus 27.12-14; Isaías 53.12 => Mateus e etc.
Procure entender a Cristo. Não deixe acontecer o que houve com os irmãos e compatriotas de Jesus. Que “vendo-o” não enxergaram e “ouvindo-o” não entenderam. Assim como os irmãos e compatriotas de Jesus o mundo caminha, não tem discernido a Cristo e nem a sua mensagem. Quantos tem fugido, distorcido ou rejeitado a sua mensagem. Abra seus olhos e ouvidos da fé e aceite Jesus em sua vida. Não deixe passar a oportunidade de entregar a tua vida para Ele. Conheça-o agora.

2o – Jesus desafia para uma percepção espiritual.
Na passagem bíblia apreciada, Jesus revela para aqueles ouvintes da sua época que assim como eles conseguiam perceber os fenômenos naturais, poderiam perceber o fenômeno espiritual que estava acontecendo, o de que: “ ... Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (Jo.3.16). Aquele que estava entre eles era a resposta e revelação de Deus mais plausível que poderia dar: “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo”. (Hb.1.1,2).
Você precisa usar a sua percepção espiritual. Saiba sobre Jesus Cristo, sua mensagem, sua vida, sua história. Leia os evangelhos e descubra o grande amor de Deus.

3o – Jesus apela para o discernimento da sua época.
“Hipócritas, sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu e, entretanto, não sabeis discernir esta época?”. É o que Jesus diz o texto que estamos meditando. Jesus critica a falta de discernimento do seu próprio povo quanto a Ele como o Messias prometido, quanto a Ele e a época em que se cumpria tudo aquilo. A Bíblia nos diz que “Porque Cristo, quando nós ainda éramos fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios”. (Rm.5.6). Você precisa entender isso! Também diz: “vindo, porém, a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei” (Gl.4.4). A vinda de Jesus ao mundo é um fato espiritual de grande importância para a salvação da humanidade. Para a redenção dos seus pecados.

CONCLUSÃO

Estamos na época de Cristo, pois Ele ainda não voltou, que você possa receber essa mensagem e crer, para a tua salvação. Essa época de Cristo chamamos de “tempo da graça”. Estamos na época, desde de que Cristo veio, da misericórdia e da graça divina, assim diz a Bíblia: “Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, em todo lugar, que se arrependam”. (At.17.30). É tempo de você voltar-se para Deus por meio de Jesus Cristo. É tempo de você se arrepender de uma vida pecaminosa, é tempo de buscar a Deus: “Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto” (Is.55.6). Estamos ainda no período da graça de Deus, hoje ainda é dia de sua salvação: “como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram; dando Deus testemunho juntamente com eles, por sinais, prodígios e vários milagres e por distribuições do Espírito Santo, segundo a sua vontade... Assim, pois, como diz o Espírito Santo: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração”. (Hb.2.3,4; 3.7).