Igreja Cristã Gileade

Igreja Cristã Gileade
Rua Major José Araújo Aguiar, 290. Fortaleza - CE - Brazil CEP. 60850-470

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

AVIVAMENTO, UM DESPERTAR EM TODOS OS SENTIDOS


Texto: Efésios 5.14: "Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará".

Quantas vezes quando estamos dormindo precisamos acordar para realização de nossas tarefas de casa, trabalho, estudos e etc.? A palavra dada pelo apóstolo Paulo aos irmãos de Éfeso é “Desperta”, ou seja, acordem irmãos, vem do grego “egeiro”, que significa: “despertar, fazer levantar, acordar, aparecer, produzir, construir e despertar do sono”.

Precisamos levantar queridos, pois não temos um despertador que programamos que horas vamos acordar. Na vida espiritual não podemos dormir. Cristo nos chama para vigiar não só fazendo vigílias na noite, mas para ficarmos acordados espiritualmente.

Existem quatro coisas que são conseqüências do “sono espiritual”, ou daquilo que chamamos normalmente no meio evangélico de “frieza espiritual”: a ignorância, a negligência, a desânimo e a inconsciência. Por isso precisamos nos despertar plenamente. E o despertamento ou avivamento espiritual ocorrerá se acordarmos individualmente para cada ponto deste:


1) Um despertar do sono da ignorância – Jo.8.32
“e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.

A ignorância é a ausência de conhecimento. Muitas pessoas são conhecedoras das ciências, das artes, da literatura e da história, mas não conhecem a Deus. Jesus disse: “E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”. (Jo.17.3).

Precisamos a cada dia conhecer a Deus. Conhece-lo intimamente através da oração e da Palavra de Deus. “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra”. (Os.6.3).

2) Um despertar do sono da negligência – 1Tm.4.14
“Não te faças negligente para com o dom que há em ti, o qual te foi concedido mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério”.

A negligência é o descuido, desatenção, preguiça, desleixo ou menosprezo. Quando fazemos a obra de Deus dessa maneira entramos em maldição: “Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR relaxadamente!”. (Jr.48.10).

A ordem de Deus para nós é acordem! Levantem e façam com que a minha obra seja continuada!

3) Um despertar do sono do desânimo – Mt.9.22
“E Jesus, voltando-se e vendo-a, disse: Tem bom ânimo, filha, a tua fé te salvou. E, desde aquele instante, a mulher ficou sã”.

Desânimo é falta de ânimo, desalento, abatimento. O que produz desânimo?
· Uma comunicação negativa
· A maneira como você encara a adversidade
· As terríveis lutas da vida
· A ação de Satanás
· Uma visão pessimista da vida
· Questões biológicas ou patológicas

Os resultados do desânimo:

· Vontade de desistir
· Perda de objetivos, ideais e sonhos
· Paralisia de nossa trajetória
· Medo
· Desejo de Voltar para trás
· Perda de equilíbrio emocional

Cristo nos diz: “Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”. Jo.16.33.

O salmista diz: “Espera pelo SENHOR, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo SENHOR”. Sl.27.14

4) Um despertar do sono da inconsciência – 2Co.13.5
“Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não reconheceis que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados”.

O dicionário diz: “qualidade ou estado de inconsciente, falta de consciência, injustiça, sem-razão, irresponsabilidade, leviandade, irreflexão”. Essa “inconsciência” que falo não diz respeito a perda da razão ou loucura. Refiro-me a falta de reflexão, de responsabilidade, consciência nas coisas de Deus ou na obra de Deus. Se nós fôssemos mais conscientes teríamos mais produção, renderíamos mais para Deus e para o próximo.

Quando usamos da consciência:

Vidas são poupadas: “Mas, ouvindo eles esta resposta e acusados pela própria consciência, foram-se retirando um por um, a começar pelos mais velhos até aos últimos, ficando só Jesus e a mulher no meio onde estava”. (Jo.8.9).

A obra de Deus flui, não há escassez de pessoas para trabalhar na igreja, nossa tesouraria seria mais próspera, teríamos funções sendo bem exercidas, seríamos mais presentes nas atividades da igreja.